sábado, 6 de novembro de 2010

Síndrome de Borderline (Distúrbio de Personalidade Limítrofe)

Também conhecida como "Transtorno de Borderline" ou DPB (Disturbio de Personalidade Borderline), é um tipo de depressão com alternância contínua de altos e baixos emocionais. Diferente do Disturbio Bipolar,  que leva mais tempo para alterar o humor, o DPB (cuja palavra "Borderline" significa "fronteirissa") é caracterizado pela velocidade, a intensidade e a extensão em que o humor se altera. Um BPD feliz da vida, por qualquer ou nenhuma razão, pode se tornar a pessoa mais depressiva do mundo e então tornar a ficar feliz da vida em questão de SEGUNDOS. Muitas vezes a pessoa sente várias coisas em um único momento, levando a crer que está enlouquecendo. 


Segundo os pesquisadores do campo mental da Medicina, a pessoa atingida por esta síndrome apresenta um sério distúrbio psíquico, principalmente na esfera afetiva, no domínio dos impulsos, nas interações com o outro e na sua auto-imagem. 


As características que denominam o DPB são automutilação,  ameaças e até tentativas de suicídio, vícios , intensos arrebatamentos verbais, ataques de agressividade, ilusões e alucinações passageiras, impulsividade desenfreada, constantes alterações de humor, tristeza, raiva, vergonha, sentimento de pânico, horror, sensação de vazio e de extrema solidão, intensa dificuldade de se relacionar. Fatores genéticos, abusos sexuais, exposição traumática á violência, são algumas das causas apontadas para a eclosão deste distúrbio, pois provocariam desequilíbrio emocional e comportamentos impulsivos.


A capacidade de obter conhecimento também se encontra comprometida, levando o indivíduo a interpretações diversas sobre o outro, em um instante avaliando-o como um ser bom, logo depois o julgando como uma má pessoa. Além disso, há casos de perda da personalidade e do contato com a realidade.  (várias fontes)


Simplicando-se, o DPB é uma pessoa que não tem força e nem controle sobre suas emoções, que são muito intensas e irrefreáveis, deixando-as soltas para conduzir sua própria vida ao seu bel-prazer, mas ele não reconhece e não admite. 


Eu já convivi com esse distúrbio por aproximadamente 20 anos e só tomei conhecimento dele recentemente. Essas experiências me motivaram a estudar o assunto mais profundamente ambos material e espiritualmente. Hoje, já entendendo os dois lados e suas causas, já posso afirmar que estou muito próxima da cura completa. 
Futuramente postarei materiais de meus estudos para que outros DPBs possam também encontrar a grande Luz no fim do túnel. Por agora gostaria de deixar um vídeo (em inglês) que traduz o que é conviver com esse distúrbio e, ao mesmo tempo, motiva-lhes a buscar forças. 


" What Borderline Personality Disorder feels like...", traduzindo.. " Como se sente quem tem o Distúrbio de Personalidade Borderline". A tradução do texto do vídeo se encontrará logo após o mesmo.


Como se sente quem tem o Distúrbio de Personalidade Borderline

Dedicado a todos que entendem ou a todos que procuram entender sobre o Distúrbio de Peronalidade Borderline.

Algumas vezes me sinto...

FELIZ
Você me faz feliz assim

Mas, na maioria das vezes eu me sinto...

triste

com medo

com raiva

sem esperanças

envolto de dor

vazio

sozinho

Diturbio da Personalidade Borderline às vezes é referida como DPB

Um mnemônico para BPD é "PRAISE"

P - Paranoid Ideas ( Idéias Paranóicas)
R - Relashionship Instability ( Instabilidade nos relacionamentos)
A - Angry Outbursts, Affective instability, Abondonment Fears ( Explosões de raiva,  
      Instabilidade afetiva, medo de abandono)
I - Impulsive Behavior, Identity Disturbance ( Comportamento impulsivo, Crise de identidade)
S - Suicidal Behavior ( Comportamento Suicida)
E - Emptiness ( Vazio)

Esses sintomas podem parecer comuns para muitos distúrbios, mas pessoas com DPB convivem com eles...

MUITO

Quando pessoas me perguntam porque estou triste, eu não tenho uma resposta definitiva para dar a eles. Tudo que posso fazer é inventar uma que satisfaça suas curiosidades.

Eu me sinto sozinho, vazio, envolto em dor e emocionado.. tudo ao mesmo tempo.

Eu não me entendo ou não entendo porque me sinto desse jeito.

Na maioria das vezes eu uso uma máscara.

Se você pudesse olhar dentro de mim, saberia que sinto que estou morrendo.
Eu prendo isso tudo aqui dentro e só estravaso quando estou sozinho.

São pouquíssimas as pessoas na minha vida que sabem, 
mas eu mantenho segredo porque não quero que as pessoas pensem que sou um louco.

Quando eu era mais jovem, tinha dificuldade em controlar minha raiva...

Eu aprendi a reprimí-la e agora ela se torna em depressão...

As vezes eu sinto tanta dor emocional que escolho dormir para não ter que sentí-la.

Eu sinto tanta dor emocional que as vezes tenho que lutar para não me ferir...

Eu tenho tanto medo de ser abandonado que abandono todo mundo antes que eles me abandonem.

Eu não confio nas pessoas, por isso me escondo do mundo...

Algumas pessoas gostariam de saber como se sente quem tem o Distúrbio de Personalidade Borderline...

é um inferno!

( escrito na parede) Medo, Abandono, Raiva, desespero, tendências suicidas, sem motivos, sem motivos, sem motivos...

Nossos humores mudam constantemente, Apenas vemos as coisas em termos de "preto e branco" (extremos). Nós  apenas amamos ou  apenas odiamos elas. Nos sentimos imensamente vazios por dentro e grande dor emocional ao mesmo tempo...

As vezes nos sentimos tão emotivos que nos tornamos impulsivos e fazemos qualquer coisa para aliviar a dor...

Sentimos emoções muito mais fortes e muito mais intensas do que a maioria e as consequências dessas emoções podem durar por períodos muito longos de tempo.

Temos dificuldade em manter um senso de identidade e propósito de vida. Nos é difícil manter e alcançar objetivos porque não sabemos quem somos e o que queremos.

Para aqueles que estão sofrendo de DPB, parem um pouco para pensar sobre vocês mesmos.

Saiam de dentro de vocês por um instante e pensem por quanto vocês tem passado. Se orgulhem de ter passado pelo que a maioria dos "normais" nem suportariam passar.

Se orgulhem de quanta força vocês tem e quão tamanha suas habilidades de lidar com dores emocionais.

A maioria das pessoas não suportariam passar pelo que você passa.

Você é verdadeiramente uma alma forte, bonita e impressionante.

Nunca se esqueça disso.

A música utilizada no vídeo ´"My Skin", por Natalie Merchant


( Você não está sozinho)

Nenhum comentário:

Share it

Fish